segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Grêmio finalmente pode ter sido negociado.

Aurélio Almeida (atual presidente)
Zebrão (provável comprador)

Com o fim da negociação entre A.A, André Astorga e Magrão, novas boatos surgiram sobre o Grêmio Maringá, desta vez envolvendo um possível racha no Maringá FC.
Comenta-se que João Curitiba e Paulinho Regine estariam isolados, praticamente sem funções no MFC, e que João Vítor estaria assumindo tudo, bem como já teria novos sócios para compor uma nova diretoria. Neste caso João e Paulinho estariam às voltas com negociações envolvendo o Grêmio, desta vez diretamente com A.A. Outra informação seria que o ex dono do MFC, Aparecido Regine, o Zebrão, estaria com negociações avançadas com Aurélio Almeida, tendo inclusive já fechado acordo financeiro aguardando apenas a assinatura do contrato.
Sobre estes fatos ou boatos, enviamos perguntas para a assessoria de imprensa do MFC, que prontamente respondeu nossa reportagem, dizendo desconhecer tais acontecimentos e que a diretoria está bem unida e cada membro desempenha suas funções normalmente.
Em contato com Zebrão, o mesmo confirmou que existe a negociação e que: “Pode dar Certo”.
Outras informações de bastidores dão conta que A.A chegará  na terça (15.08) para assinar a transferência do clube e logo em seguida o novo dono da marca Grêmio dará entrevista em uma emissora de TV.

Aguardamos novas informações que possam comprovar a veracidade do fato ou se tratar de mero boato, uma vez que em se tratando do Grêmio de AA, temos que usar a velha frase: “Só Acredito Vendo!”

Audiência pública discutirá preço dos combustíveis em Maringá

No próximo dia 18 (sexta-feira), a Câmara Municipal de Maringá realizará uma audiência pública para discutir o preço dos combustíveis na cidade. O encontro será realizado no Plenário da Casa, às 19 horas, por iniciativa do vereador Alex Chaves (PHS). A intenção é reunir todos os segmentos da sociedade para encontrar uma resposta à pergunta e validar o trabalho do Ministério Público e Procon.
 “O interesse do consumidor faz parte da minha plataforma eleitoral. Sempre tive interesse pelo assunto e já propus outros projetos relativos a ele como, por exemplo, o limite de tempo para atendimento do cliente bancário. Espero a mobilização das pessoas e, consequentemente, a redução no preço dos combustíveis em Maringá. Não é possível estarmos perto dos distribuidores e pagarmos mais caro que outros municípios mais distantes”, esclareceu Chaves.                                                                                         O evento é aberto comunidade e está sendo divulgado nos veículos de comunicação da cidade e nas redes sociais.


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Negociação paralisada entre André Astorga, Magrão e Aurélio Almeida!

Aurélio disse que teria negociado o time com o Magrão e Astorga, que na qual, Magrão ficaria com 50% do time, e Enoque e Astorga com os outros 50%. Dentre as possibilidades para não acontecer a negociação surgiram vários boatos a partir de torcedores, uma de que AA queria ficar em oculto sem um desligamento total do Grêmio na parte que iria para Magrão, outra seria que Astorga não teria o dinheiro para pagar sua parte e finalmente a de que AA não deixaria o time em hipótese nenhuma, entregando o time e permanecendo em oculto.
   Como nenhum contrato foi assinado, como se esperava, os torcedores revoltados, foram para cima de A.A, pressionando-o e exigindo sua saída imediata, e acabaram por receber xingamentos e foram menosprezados por Almeida, que seu referiu a torcida organizada como “Gatos Pingados”, ademais, disse que se a torcida continuar lhe ofendendo, ele proibiria a Galo Terror de adentrar ao WD e acompanhar os jogos.
Sobre este assunto mantivemos contato com André Astorga, que antes de nos dar uma resposta reenviou as perguntas para o Magrão e posteriormente nos disse que não tinha nada a declarar.

Já Magrão nos enviou uma nota, pelo WhatsApp, explicando o que na verdade está acontecendo:
“Aurelio ..soltou um audio no Grupo dizendo que queria passar o clube pra mim e para o astorga.  
O astorga por ter feito um bom trabalho ..No paranavai ..mesmo nao conseguindo cumprir com os compromissos financeiros ..Pelas dificuldades enfrentadas ....E eu por ter feito um bom trabalho aqui tbm ..E por ter sido correto com ele o que sempre fui em toda minha vida .....Fui p ajudar o Gremio e ajudei inclusive ajudei financeiramente ..E com os meus amigos empresarios ..Tbm                                                                                                                Foi ai que eu e o astorga sentamos ..E conversamos ..E ver que tipo de proposta fariamos p Aurelio ....Chegamos em um acordo que tentariamos fechar e que se fechassemos seria 50% para cada um ..Ou seja se fechasse por 200.000 ..Seria 100.000 cada um ....Se fosse 300.000 ..150.000 cada                                                                                                             Se fosse 700.000 ..350.000 cada ...........Se fosse um milhao  500.000 cada ..                        E claro que ninguem iria pagar esses valores Altos ..Em um negociacao quem esta vendendo pode pedir o valor que quiser e voce paga aquilo que vc tem condicoes ..........E chegamos num acordo tbm que se comprassemos o astorga assumiria todas as dividas no nome dele ......entao e o seguinte estavamos negociando somente  nao tinha nada certo mais se fechasse seria no cartorio ..E so se o aurelio saisse 100%  ....Na verdade ele quer vender por um valor que ele acha que vale e nos queremos pagar o valor que temos condicoes de pagar o astorga na verdade nao e que ele desistiu ele queria pagar 10.000 por mes ..Nos chegamos a oferecer 300.000 e o aurelio nao aceitou ..Ele so quer a vista ..Mais posso te afirmar com certeza ..Eu so iria comprrar p tentar organizar o clube e atrair pessoas do bem p o projeto ..Essa era minha intencao nao quero ser presidente pq presidente de time tem que ter dinheiro ......O negocio do kadu foi diferente kadu comprou e nao pagou .........De tudo isso eu posso afirmar o aurelio nao vai entregar o clube de graca ou aparece alguem que paga ele ou ele nao entrega ..E diante de toda essa especulacao que foi gerada torcida dando palpite pessoas com interesses no clube eu posso afirmar que agora nem se o aurelio entregar de graca eu quero mais nao tem mais interesse”

Será que o Aurélio está tentando achar alguém que esteja a frente com o nome, sendo que, ele estaria por trás da compra e comandando o clube, uma vez que em quase todas as negociações ele acaba pulando fora quando a condição é ele deixar 100% o clube?



CNH vencida há mais de 30 dias não será cancelada


Voltou a circular ontem em redes sociais e no WhatsApp um boato criado em agosto de 2016 e que trata de um tema caro aos brasileiros: a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).                                                                     
Segundo a notícia falsa, reencarnada pelo blog Central G20 e replicada em outros sites, o Senado aprovou uma lei que cancela as carteiras de motorista após 30 dias do vencimento delas e faz com que, depois desse prazo, seja necessário passar por todas as aulas e todos os testes para voltar a dirigir. A nova regra, diz o boato, passaria a valer a partir do dia 25 de outubro.                           
O texto, replicado abaixo, é acompanhado do tradicional pedido dos inventores de lorotas online para expandir o alcance delas: “avise seus amigos e parentes”.
“O Senado Federal aprovou nesta segunda feira um projeto de lei n° 155/2017 que cancela automaticamente toda e qualquer CNH com mais de 30 dias de vencimento.
A lei visa diminuir o número de motoristas com carteiras de habilitação irregulares, além de aumentar a arrecadação de dinheiro por meio do DETRAN.
De acordo com parlamentares, a lei passará a valer a partir do dia 25/10/2017, prazo estipulado para que todos os motoristas se regularizem com o órgão.
Em caso de não atualização da CNH no prazo de 30 dias úteis, o documento será cancelado, e o motorista terá que cumprir do início com todas as provas, teóricas e práticas e exames médicos e psicológicos.
Faça sua parte. Avise seus parentes e amigos. Quanto antes tomarem as medidas para a atualização, menos dor de cabeça irão ter”

Para começo de conversa, o projeto de lei informado pela notícia falsa, de número 155/2017, sequer pretende cancelar carteiras de motorista vencidas há mais de 30 dias para “diminuir o número de carteiras de habilitação irregulares” e “aumentar a arrecadação” do DETRAN.                                              
O Projeto de Lei do Senado (PLS) 155/2017, de autoria do senador Telmário Mota (PTB-RR), quer alterar a lei nº 10.048, aprovada em 2000, para dar prioridade de atendimento a pessoas com deficiência “em qualquer serviço prestado por repartições públicas, empresas concessionárias de serviços públicos e instituições financeiras”.                                                                          
A proposta de Mota quer garantir nestes serviços, por exemplo, intérpretes de Libras no auxílio ao atendimento a deficientes auditivos, além de “outros profissionais capacitados”. O PLS 155/2017 tramita na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado e tem como relator o senador Romário (Podemos-RJ).

Governo sanciona LDO, e salário mínimo vai a R$ 979 em 2018


O presidente Michel Temer sancionou, com vetos, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018. A LDO estabelece as metas e prioridades do governo para o ano seguinte e orienta a elaboração da lei orçamentária anual. O texto sancionado está publicado na edição de hoje (9) do Diário Oficial da União.
O texto sancionado mantém a meta fiscal proposta pelo governo e prevê, para 2018, um deficit primário de 131,3 bilhões de reais para o conjunto do setor público consolidado (que engloba o governo federal, os estados, municípios e as empresas estatais), sendo 129 bilhões de reais para os orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União e 3,5 bilhões de reais para o Programa de Dispêndios Globais.
A LDO estipula o aumento do salário mínimo de 937 para 979 reais. Também projeta um crescimento real da economia brasileira de 2,5%, taxa básica de juros (Selic) em 9%, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 4,5% no ano e o dólar a 3,40 reais no fim de 2018.

Essa será a primeira LDO a entrar em vigor após aprovação do teto de gastos públicos, que atrela os gastos à inflação do ano anterior, por um período de vinte anos.

Alunos são flagrados ingerindo bebida alcoólica durante a aula


O Conselho Tutelar da Zona Norte foi chamado na manhã desta quarta-feira (9) pela direção da Escola Estadual João de Faria Pioli, que fica na Vila Morangueira, para tratar de um assunto extremamente grave. Alguns alunos foram flagrados ingerindo vodka dentro do estabelecimento de ensino. As professoras desconfiaram do comportamento dos meninos e meninas e pegaram duas garrafas de água que tinha vodka dentro.
O conselhereiro, Jesiel Carrara, foi até a escola onde foi recebido pela diretora Joana benta Peres. Depois de uma conversa e vendo que o assunto era grave, pais e a Polícia Militar também foram chamados na escola. De acordo com o Conselho Tutelar, os alunos que foram identificados ingerindo bebida alcoólica têm entre 12 e 14 anos.
Uma das alunas confessou que recebeu o dinheiro de outra amiga para comprar a vodka chamada "Balalaika" em um estabelecimento comercial que fica localizado na Avenida São Domingos. Jesiel Carrara disse que tem havido em Maringá, essa prática comum de venda de bebida alcoólica para menores de idade. Um trabalho de investigação para identificação destes comerciantes será efetuado.

“Vender bebida alcoólica para menor de idade é uma contravenção penal que prevê prisão de 2 a 4 anos e multa de até R$ 3 mil”, diz. “Será um trabalho de conscientização, mas para que também sirva de exemplo para os demais comerciantes”. Já os pais foram orientados pelo Conselho Tutelar de Maringá em conversar com os filhos sobre o assunto de álcool e drogas fora e dentro de escola. 
Fonte: André Almenara

Câmara aprova criação da Cápsula do Tempo


Na sessão ordinária desta terça-feira (8), o plenário da Câmara Municipal de Maringá aprovou, por 13 votos, em primeira discussão, projeto dos vereadores Alex Chaves (PHS), Belino Bravin (PP), Odair Fogueteiro (PHS), Sidnei Telles (PSD) e Carlos Mariucci (PT), instituindo o projeto de ação cultural denominado Cápsula do Tempo no Município de Maringá. Trata-se de uma urna, de fechamento hermético, especialmente projetada para acondicionar materiais impressos e objetos diversos tais como:  documentos do Poder Executivo, documentos do Poder Legislativo, periódicos, mensagens, folhetos, fotografias do município, vídeos, fitas de gravação, CD-players, moedas, aparelhos tecnológicos, outros documentos e objetos que digam respeito à história do município, suas tradições, sua cultura, bem como ao cotidiano, problemas e anseios de sua população. A intenção é que, após o acondicionamento dos materiais em solenidade pública, ela seja aberta ao público, em solenidade oficial, por ocasião das comemorações do centenário de fundação do município de Maringá, em 10 de maio de 2047. Foi aprovada, por 13 votos, emenda supressiva do vereador Alex Chaves (PHS) do parágrafo 3º, do artigo 3º, que incumbia a Administração Municipal pela guarda da referida urna, mantendo-a no interior do ônibus do projeto “Eu Amo Maringá”, devidamente identificada, lacrada e afixada de modo a dificultar a sua remoção. Foi aprovada, por 13 votos, emenda modificativa relativa ao texto do parágrafo 2º, do artigo 3º, estabelecendo que a Administração Municipal, por meio de seu órgão competente, será responsável pela seleção dos objetos que serão inseridos na Cápsula do Tempo bem como pela definição do local de sua exibição.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Negociação confirmada entre Aurélio Almeida e a dupla Magrão e André Astorga

Aurélio Almeida confirma ter negociado o Grêmio Maringá.                        
Em áudio enviado para a torcida Galo Terror AA afirmou que negociou o clube com a dupla Magrão e André Astorga.                                                    
O atual presidente do Grêmio (até então) disse que a dupla seria a única com capacidade de tocar o time e fazer as devidas melhorias, e que, com isso, o time continuaria pertencendo a Maringá e aos torcedores.  A torcida Galo Terror tem grande importância neste acontecimento, pois sempre pressionou que Aurélio Almeida saísse do Grêmio, lutando para que o time não morresse, ademais, sempre se manteve a par dos acontecimentos e das possíveis negociações, barrando qualquer tipo de acordo que prejudicasse o time.                                                                                                                        
A.A diz que o time deve começar os trabalhos com certa “urgência” para que, pelo menos, em três anos, o GEM esteja de volta a primeira divisão.                                                                                                                   
Almeida está de mudança para Brasilia, onde vai trabalhar em mais um time de sua propriedade, chamado Galáxia, e só voltará para assinar os papéis de transferência.
OBS: A negociação foi confirmada pelo Magrão, que disse se pronunciar oficialmente após a concretização do negócio.

Confira o áudio:

Solenidade comemora 80 anos da imigração japonesa em Marialva


Na noite da quarta-feira (2), a Câmara Municipal de Marialva faz uma homenagem aos 80 anos da Imigração Japonesa em Marialva. Durante o evento que terá início às 19h30, a ACEM (Associação Cultural Esportiva Marialvense) receberá título de Moção de Congratulação, Aplauso e Confiança devido ao trabalho de preservação da tradição nipônica no município.
 O advogado, ex-vereador e membro da diretoria da ACEM, Nelson Yukio Inumaru, afirma ser impossível desassociar a história da ACEM da história da imigração japonesa no Município. Ele conta que “Em 1940, antes mesmo de existir Marialva, já havia um grupo formado por 32 famílias nipônicas que por aqui viviam”. 
 Folheando um livro, Nelson mostra, orgulhoso, a foto da equipe de beisebol da ACEM, vencedora no Campeonato Paranaense de Beisebol que aconteceu na cidade de Assaí em 1963, e o registro dos participantes do primeiro concurso de canto realizado em 1969.
 A proximidade entre Marialva e o Japão é visível ao andar pela cidade. Além do monumento oriental construído na praça ao lado do fórum, entre as ruas Washington Luiz e Domingos de Moraes, e do templo da Seicho-no-ie, na rua Nossa Senhora do Rocio, é possível notar a influência nipônica na gastronomia e no comércio local.
 Há um ano, Édio Yasunaka abriu o restaurante Ichiban (em português, “o primeiro”) na Avenida Colombo. O diferencial do cardápio são os sushis e sashimis preparados com carinho pela esposa. “95 % da nossa clientela não é japonesa”, observa.
 Na rua Formosa, Takashi Yamamoto mantém a frutaria há mais de 40 anos. Natural de Paraíso do Norte, ele conta que sua família veio para Marialva em 1957 e que aprendeu com o pai o ofício do comércio. Pai de três filhos, Takashi diz que nos dias de hoje é difícil manter a tradição. “A gente até tenta passar para os filhos, mas a molecada não segue”, lamenta.

Pioneiros na viticultura, na fotografia e no comércio

Há 110 anos, em 19 de junho de 1908, o navio Kasato Maru ancorava no porto de Santos. 781 japoneses desembarcavam no Brasil. Na época, o mundo passava por transformações. O Japão, depois de 200 anos de isolamento, tentava driblar a crise econômica abrindo as portas para o comércio exterior. O Brasil havia recentemente proclamado a República e abolido a escravidão e precisava de mão de obra. Atraídos pelo sonho de vida melhor, os imigrantes tiveram de aprender a conviver com uma cultura totalmente diferente.
 Marialva, a 713 km de distância do porto paulista, foi um dos destinos escolhidos pelos japoneses. Por aqui, eles foram pioneiros no cultivo do café e ajudaram a construir o município. Sakurai, Miyamoto, Uchimura, Tomita e Yokota foram as primeiras famílias a se instalarem por aqui em 1937.
 Com a “geada negra” em 1975, muitos produtores tiveram que migrar para outras regiões. Poucos preferiram permanecer e redesenhar a economia regional, diversificando o plantio. A saída encontrada por Toshikatsu Wakita e Keiji Yamanaka foi a viticultura. A opção se mostrou viável e, atraídos pelos bons resultados, outros produtores locais se dedicaram ao cultivo da uva Itália e demais variedades – dando à Marialva o título de “Capital da Uva Fina”.

 Além da viticultura, os japoneses também foram pioneiros em outras áreas no Município. Shigueyoshi Sawaki foi o primeiro fotógrafo profissional de Marialva, Assao Inumaru, o primeiro alfaiate e a “Casa Alegre”, pertencente à família Sassano, foi a primeira casa de secos e molhados da cidade.

Oposição não consegue votos suficientes e processo contra Temer é arquivado


A Câmara dos Deputados rejeitou na noite desta a denúncia contra o presidente Michel Temer. O voto de número 172 foi da deputada Rosângela Gomes (PRB-RJ). Mas antes do voto da parlamentar, o governo já tinha conseguido matematicamente barrar a denúncia, considerando a soma dos votos a favor do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) contrário à admissibilidade da denúncia, ausências (13) e abstenções (1).
Isso porque eram necessários o mínimo de 342 votos contra o parecer do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) e, com isso, autorizar o Supremo Tribunal Federal (STF) a investigar o presidente. A vitória do governo foi conquistada durante a votação da bancada do Rio de Janeiro.
Com o resultado, a Câmara não aprova a admissibilidade para que o Supremo Tribunal Federal (STF) investigue Temer.
Com essa decisão, a denúncia é suspensa e só pode ser retomada depois que Temer deixar a Presidência da República. No dia 26 de junho, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF a denúncia contra Temer, com base na delação premiada de Joesley Batista, dono do grupo JBS. Foi a primeira vez que um presidente da República foi alvo de um pedido de investigação no exercício do mandato.
Três dias depois, a presidente do STF, ministra Cármem Lúcia, enviou ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a denúncia com pedido de autorização para que a Corte Máxima do país possa investigar Temer.
Com o impedimento da autorização, caberá ao presidente da Câmara dos Deputados comunicar ao STF o resultado da votação e a impossibilidade de abrir investigação contra o presidente.

Votação
A primeira sessão começou pontualmente às 9h. A oposição apresentou cinco requerimentos pedindo o adiamento da votação, mas todos foram rejeitados. Cinco deputados da oposição chegaram a protocolar no Supremo Tribunal Federal (STF) um mandado de segurança pedindo que a Corte garantisse, por meio de uma liminar com efeito imediato, a manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no plenário da Câmara. O pedido foi indeferido pela ministra Rosa Weber, do STF.
Durante a sessão, o relator do parecer Abi-Ackel e o advogado de Temer, Antônio Maris, falaram e defenderam o arquivamento da denúncia. Depois, deputados contra e a favor do parecer se revezaram no microfone para apresentar seus posicionamentos. Após cinco horas de debate, Rodrigo Maia encerrou a primeira sessão. Pelo regimento da Casa, a sessão deliberativa pode durar quatro horas, prorrogáveis por mais uma. Se não estiver em andamento nenhuma votação, a sessão deve ser encerrada e o presidente deve abrir outra. Com isso, uma nova sessão foi aberta e começou a recontagem do quórum em plenário, com a oposição voltando a apresentar os requerimentos de adiamento da votação.

A base governista reuniu quórum necessário e os debates foram retomados, com os partidos encaminhando a votação das bancadas, quando orientam os deputados como devem votar. Após o encaminhamento, Maia iniciou a votação nominal: cada deputado era chamado ao microfone para proferir seu voto.
A votação foi marcada por troca de ofensas entre governistas e oposicionistas e até momentos de tumulto.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Confirmado o contato entre Zebrão e Aurélio Almeida, contudo, os planos apontam para outro caminho

                                   Aurélio Almeida - Atual Presidente do Grêmio Maringá
                                                                            Imagem: O diário
Em relação ao Grêmio Maringá relatamos o seguinte: Aurélio Almeida estará indo pra Brasília na intenção de trabalhar em outro time "Galáxia Clube".                                                                 
Aparecido Regini, o Zebrão, confirmou que houve contato entre ambos a respeito do time, mas como a torcida do Grêmio pressionou A.A, dizendo que o Zebrão é uma péssima escolha, e que iria arquivar o time em prol do Maringá FC, o acordo não foi fechado.   
                                                              
Estão reunidos neste momento, Magrão e André Astorga, respectivamente, traçando o futuro do Grêmio Maringá, e conversando com o atual presidente, segundo apuramos, quando estiver pronta toda a papelada, o Aurélio vira para assinar e passar o time em definitivo.                                                                        
Estaremos aguardando e conferindo se Aurélio Almeida não voltará atrás novamente.

NOTA DE PESAR

                       

 Em nome de todos os demais vereadores, o presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa, externa os votos de pesar aos familiares e amigos da ex-vereadora Márcia Socreppa, que faleceu na madrugada do último domingo (30). 
Márcia Socreppa foi vereadora por quatro legislaturas : 2001-2004, 2005-2008, em 2008 foi eleita suplente e reassumiu em 2011; e no período 2013-2016. “Ela foi uma grande vereadora, companheira de todos, e sempre atuante em favor das causas sociais. A cidade perde muito com sua ausência”, comentou Hossokawa, que a teve como colega por três legislaturas.

O presidente da Câmara informou que na sessão de abertura do segundo semestre legislativo, amanhã (1º), às 9h30, será feito um minuto de silêncio em memória da ex-vereadora.